19 de janeiro de 2011

Nossos heróis brasileiros

Em meio a todas as tragédias que temos visto no Brasil- em especial no Estado do Rio de Janeiro- por causa das chuvas, a história do cãozinho caramelo, que supostamente velava o túmulo de sua dona, nos trouxe um alento e emocionou o país.


Foi um sentimento nacional de compaixão e afeto. A imprensa deleitou-se com o fato. Reportagens na internet, jornal impresso e um grande destaque na teve; tudo para exaltar o novo “herói”.
Leia o trecho de uma das matérias feitas:
A Comissão Especial de Proteção Animal da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) conseguiu resgatar na sexta-feira um cachorro que estava há dias ao lado do túmulo de sua dona, Cristina Maria Cesário Santana, morta em decorrência das fortes chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio. Caramelo, como o vira-lata foi apelidado pelos moradores, estava perambulando pelas ruas do bairro Caleme, um dos mais atingidos pelo temporal, quando foi encontrado.
Publicada no site do jornal Extra, esta foi apenas uma das inúmeras matérias feitas sobre o “cão sentimental”.
Mas o que parecia uma história bonita e comovente não passou de uma falha da imprensa.
Segundo o jornal Diário de Teresópolis, o episódio do vira-lata Caramelo foi uma grande confusão.
De acordo com a reportagem, Caramelo realmente existe e perdeu seus donos na tragédia, mas não era ele que aparecia ao lado de um túmulo e sim, John, o cachorro de Rodolfo Júnior, voluntário que trabalha no cemitério Carlinda Berlim.
Ou seja. O cãozinho que estava ao lado do túmulo apenas descansava enquanto seu verdadeiro dono trabalhava.
Sensacionalismo a essa hora do campeonato é dose né?
Já basta todas as mortes, alguns salvamentos incríveis. Podíamos passar sem esta.
E o pior..o cãozinho..de herói e exemplo, voltou a ser apenas um pulguento preguiçoso.
Bom dia a todos!!

Nenhum comentário: