5 de janeiro de 2009

Ahhh a experiência

Parece uma frase clichê, mas é extremamente justa. Algumas coisas só são compreendidas com o tempo, adquirindo a tão bem falada experiência.
Chega uma certa fase da sua vida que só um rostinho bonito ou corpo sarado já não te comovem mais. Você quer algo mais. Busca aquilo que talvez só alguém com cicatrizes( as tatuagens das experiências) pode trazer.
E num relacionamento então. As pessoas só aprendem com o tempo que verdadeiro objetivo é fazer o outro feliz, e não a si. É preciso ceder, saber que nem sempre a sua vontade é o melhor para ambos. Saber valorizar os momentos vividos. Hoje em dia está cada vez mais difícil ter um relacionamento serio e duradouro. Porque com a Internet, as fraquezas e as tentações ficam expostas e muito próximas. Poucos são fortes, firmes. Poucos obtém sucesso. Na vida também é assim. Quanto maior for seu objetivo, maior será seu sacrifício. E não é todo mundo que consegue se sacrificar em prol de um objetivo maior. Por isso, numa longa estrada para o sucesso em uma carreira, uma família bem sucedida, a maioria fica pelo caminho. Colecionando fracassos e frustrações. Colocando a culpa no destino, na vida. Penso de forma muito prática. Por exemplo: Para chegar a uma concorrida universidade federal existem duas hipóteses viáveis (to excluindo aqui os supostos Q.I.); Ou você nasce super dotado ou estuda 12 horas diárias. Então, partindo do princípio que não sou super dotado, vou estudar as 12 horas e pronto. Sem reclamar, sem chorar e principalmente, sem desviar o foco. Se tenho um objetivo lá na frente de ser um doutor respeitado e bem sucedido, não deixarei nada nem ninguém atrapalhar meu percurso, por mais dificultoso que seja.
Se quero ter uma família bem sucedida, tenho que abdicar algumas coisas. Não posso namorar uma menina e deixá-la em casa para ir a balada. Curtir, beber e beijar outras. A tentação é grande, mas e daí. Tenho ou não tenho esse objetivo maior de lá na frente ter lindos filhos e reunir a todos num grande almoço dominical? Se namoro, e existem muitas meninas no meu pé, elas não estão ali a toa, são as provações do meu relacionamento. Se tenho um objetivo maior tenho que eliminar. Aprendi que um problema existe para ser eliminado. Mesmo que seja um problema lindo e prazeroso momentaneamente. Se é problema, eliminarei-o. E assim sigo o fluxo...adquirindo experiência...

Nenhum comentário: