11 de dezembro de 2007

Resposta ao Anônimo

Esta noite dormi com a janela aberta, esperando um pensamento transformado em vento que viria iluminar minha madrugada como uma lua cheia extasiada de luz. Porém, a única coisa que me apareceu foi um pernilongo chato que ousou estragar meus sonhos.E o mais estranho de tudo, que mesmo com o forte calor, um frio se instalou no meu quarto. Mas não era o frio normal que sentimos quando estamos no inverno. E sim um frio de quem dorme sozinho querendo um abraço, de quem ouve milhares de vozes durante o dia , mas sente falta de apenas uma pra dizer “Boa noite querido”. Só quero saber até quando o Anônimo vai ficar anônimo, resistir e lutar contra a solidão de querer apenas uma pessoa e evitá-la. Diz o ditado: A vida curta. Diz um compositor desconhecido metido a jornalista: Felicidade não existe, o que existe são momentos felizes. Vive melhor quem coleciona mais momentos alegres. Eu tenho alguns destes momentos aqui, louco para compartilhar..Interessa pra você?

Um comentário:

Lili disse...

Nicolass, nossa qta coisa eu perdi, heheh, adorei o post do dia em que a terra CAIU, hehe esse de baixo tb, aquela pessoa, por isso que eu digo Nicolas, beleza não é tudo neh, pessoas simples nos fazem bem....
Vc escreve mto cara, quem me dera saber escrever assim, rsrs um dia eu chego lá neh!?
Bjinhus e até mais!